Quem sou?

Albertina – Mangala Kaur

Albertina – A origem do nome é italiano, significa Ilustre. Ilustre indica uma pessoa que além de intuitiva, é prática, paciente e organizada, optima conselheira, e não mede esforços para apoiar, com ensinamentos quem recorre a ela. Seu nome espiritual é Mangala Kaur – Mangala significa alguém que é um presente de Deus e Kaur significa a princesa/leoa de Deus que caminha com graça e poder ao longo da sua vida. Ser Mangala Kaur significa que todos os pensamentos, palavras e acções são um presente para Deus e que tem o potencial de ser um doador total como Deus.

“Não Há nada Mais bonito quando tu te encontras!”

 


Sobre mim

Professora certificada de Kundalini Yoga & Curadora de Sat Nam Rasayan®

“Comecei meu caminho de autoconhecimento no Kundalini Yoga por causa de meu corpo físico, por doença. Ao fim de uma aula de KY senti-me viva, tinha encontrado silencio, vazio, paz e clareza. Tive a oportunidade de avançar num nível mais profundo fazendo a formação de professores de KY, sem a intenção de ser professora, mas a vida às vezes tem outros planos para nós.”

Instrutora certificada de Kundalini Yoga nível 1 desde 2010, estudou com Satya Kaur e Shiv Charan Singh em Portugal. Aluna, praticante e curadora de Sat Nam Rasayan® – arte de cura do mestre Guru Dev Singh. Começa em 2015 a estudar Sat Nam Rasayan®, tendo concluído a formação nível 1 e 2 com a realização de exames em Italia nos anos de 2017 e 2019. No ano de 2016 conheceu pessoalmente o mestre Guru Dev Singh Khalsa em Madrid, e toma conhecimento que é a primeira portuguesa a estudar os seus ensinamentos. Em 2018 volta a estar pessoalmente com o mestre em Barcelona, mantendo uma curta e longa conversa.

Ao longo da sua vida, adquiriu e consolidou uma riqueza de conhecimentos essenciais para alcançar o objectivo que se propõe: tornar cada pessoa, ser vivo, capaz de cuidar do seu bem-estar físico, mental e espiritual e evoluir em consciência, com harmonia e alegria. Todo o seu conhecimento vem de estudos, formações e leituras de grandes mestres e sua compreensão é reforçada pela sua experiencia pessoal. Desafia-se constantemente a evoluir de forma consciente e a encontrar a sua melhor versão. Acredita que “sem saber quem é, a felicidade pode não vir para si”.